20 de janeiro de 2009

Uma coisa muito estranha

Que coisa estranha.

Abri os olhos e me deparei uma luz muito forte vindo em minha direção. Puta merda, morri e estão levando minha alma, eu pensei. Pressão pura, era o sol escaldante de verão. Eu deitado em minha cama com a droga da janela aberta. Mas estranho mesmo foi não ouvir a minha voz quando disse "que sono da porra". Oxi! Fiquei mudo! Só podia ser. Será que estou sonhando?

Parece até que eu queria testar se estava sonhando quando tropecei na cadeira do computador. Também não ouvi a "poooooorraaaa" que soltei. Engraçado, mesmo com a luz do sol entrando no quarto, não enxergava muito bem. O sol deve ter fervido meu cérebro e afetado os meus sentidos. Fui pra sala, acendi a luz e não vi clarear quase nada. Com a pouca visão, e sem pensar em nada pra fazer, fui no automático: peguei o controle remoto e como o conhecia bem até de olhos fechados, apertei o botão de ligar. Ora ora, estava passando uma partida de futebol. Por mais esforço que fizesse, não conseguia ver quem estava jogando. Foi quando me perguntei quem foi a pessoa que deixou o volume da tv no mínimo?! Fui no controle e aumentei o volume, vi a barrinha ir de um canto a outro na tela e nada da porra do som.

Me dei conta que além de cegueta e mudo, estaria também surdo! O que poderia acontecer pra piorar a situação? Já estava até com medo. Estava atordoado, não estava entendendo o que se passava em mim, mesmo assim fui assistir a partida, afinal, futebol é futebol.

Bom, pelas cores da camisa, eu pensei, esse todo branco só deve ser o Santos. Na hora me toquei: poxa, já começou o Campeonato Paulista?! Logo, o Santos deve estar jogando contra o Marília, esse time aí de branco e azul só pode ser o time do biscoito. Mas que decepção! O Santos não era mais o mesmo. Os jogadores não respeitavam mais a camisa que o maior jogador de todos os tempos já vestira, Pelé.

O Marília também deixava muito a desejar, que baba feio viu. Chutões, faltas desnecessárias, lances sem emoção, sem falar naquele jogador indisciplinado do Santos, o de cabelo trançado meio rasta. Pena que minha visão estava afetada, mas pelo cabelo dele deve ter sido o lateral Kleber de Carvalho, mas pra mim ele já tinha raspado a cabeça, deixa pra lá! Foi expulso por chutar o jogador adversário! Que cara burro! Piorei legal, depois de ver o Marília deixar empatar a partida, estava tudo rodando.

Não pensei duas vezes, vou tomar um banho para ver se melhoro. E não deu outra. Enquanto estava debaixo do chuveiro, de uma forma inexplicável, assim como sumiram, meus sentidos começavam a voltar. Já ouvia o barulho da água batendo no chão, reparei até que estava usando o sabonete de minha irmã e já sentia o fedor da merda (literalmente) que tinha feito no vaso sanitário antes de ir pro chuveiro.

Opa! Agora sim! Ainda sem pensar o que fazer fui terminar de assisti o baba na tv. Tomei um tremendo susto!

O jogo que estava passando na não era Santos x Marília porra nenhuma não, sabia que tinha algo estranho. Era a Campeonato Baiano que tinha começado, e a partida era Itabuna contra o Jahia!!

O Jahia estava todo de branco, não sei porque! Mudou a porra da camisa, mas o futebol é a mesma merda. Eu sabia! Eu sabia! Time ruim eu reconheço logo. Boooooora Jahiiiiiiiaaaa, "cerei C" em 2010!! Eu acredito!! PS-O jogo terminou em 1x1 por causa do juiz, senão o Itabuna ganhava! Pois o pênalti inexistente mudou a história partida, mesmo o Jahia perdendo a cobrança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

2leep.com